domingo, 6 de junho de 2010

O Sinal da Cruz


Tantas vezes fazemos o sinal da cruz,sem perceber realmente o seu significado,não é ? Se parássemos para perceber quão grande e tão simples é este pequeno gesto,de traçar sobre si a cruz de Nosso Senhor,talvez o fizessémos com mais calma e com mais fervor.


Percebemos tal importância quando se inicia a Santa Missa,pois em primeiro lugar o padre convida a fazermos o sinal da cruz, dizendo: Em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Também é com estas simples palavras que somos batizados,iniciamos alguma oração,enfim, o sinal da cruz é a invocação das três pessoas da Santíssima Trindade,sendo um dos símbolos mais básicos da religião cristã, relembrando a importância do sacrifício de Cristo na Cruz.


Inicialmente, por volta do século II, o sinal da cruz era traçado apenas com o polegar sobre a fronte da pessoa. No momento da Crisma ainda hoje o bispo traça o mesmo sinal sobre o candidato. Esta modalidade ainda persiste em outros momentos, embora modificada. Na missa os fiéis traçam este sinal na testa, como antigamente, mas também a seguir sobre os lábios e sobre o peito, durante a Proclamação do Evangelho. Por volta do século IV começaram a ser registradas variações nos locais e amplitude dos movimentos, até que o sinal se tornou largo como é hoje.


Nas Igrejas Ocidentais o sinal da cruz é feito tocando-se em sequência a testa, o peito, o ombro esquerdo e o ombro direito, acompanhando o movimento com a fórmula verbal Em nome do Pai (toca-se a testa), e do Filho (toca-se o peito), e do Espírito (toca-se o ombro esquerdo) Santo (toca-se o ombro direito). Amém (pode-se voltar a tocar o peito ou a boca, e o Amém pode ser substituído por uma outra jaculatória, conforme a tradição de cada Igreja). A testa simboliza o céu e a sabedoria, o peito simboliza o infinito amor de Jesus Deus, e os ombros significam o poder de Deus e uma oração ao Espírito Santo.

As Igrejas Ortodoxas traçam o sinal da seguinte maneira: tocam-se em sequência a testa, a região da cintura (e não o peito), o ombro direito e o ombro esquerdo, acompanhando o movimento com a fórmula verbal Em nome do Pai (toca-se a testa e em seguida a região da cintura), e do Filho (toca-se o ombro direito), e do Espírito Santo (toca-se o ombro esquerdo).

(Wikipédia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...