sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Hino da Festa dos Santos Anjos da Guarda

Custódes hóminum psállimus Angelos,                            
Natúræ frágili quos Pater áddidit
Cæléstis cómites, insidiántibus
Ne succúmberet hóstibus.

Nam, quod corrúerit próditor ángelus,
Concéssis mérito pulsus honóribus,
Ardens invídia péllere nítitur
Quos cælo Deus ádvocat.

Huc, custos, ígitur pérvigil ádvola,
Avértens pátria de tibi crédita
Tam morbos ánimi quam requiéscere
Quidquid non sinit íncolas.

Sanctæ sit Tríadi laus pia júgiter,
Cujus perpétuo númine máchina
Triplex hæc régitur, cujus in ómnia
Regnat glória sæcula.  Amen.

Vamos cantar aos Anjos tutelares dos homens, que o
Pai celeste deu por companheiros à nossa natureza enfermiça,
para que não sucumbíssemos às insídias do inimigo.

Pois o anjo traidor, vendo-se,
depois da queda, despojado da honra que lhe fora concedida,
arde de inveja e quer destruir os que
Deus chama para o Céu.

Acorre, pois, ó guarda vigilante, e afastada pátria,
que recebeste para defender, os males espirituais,
e quanto pode perturbar a paz dos que nela habitam.

Glória à Trindade Santíssima, que governa com
Sua providência esta admirável máquina do mundo,
e cuja glória não se extinguirá jamais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...